Vampire Diaries RPG Brasil: Amor se escreve com Sangue.


Você não está conectado. Conecte-se ou registre-se

[REGISTRO]Vire um Cidadão de Mystic Falls!

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo  Mensagem [Página 1 de 1]

1 [REGISTRO]Vire um Cidadão de Mystic Falls! em Dom Maio 29, 2011 12:08 pm

Bem Vindo a Mystic Falls! Primeiramente, preencha a ficha abaixo para participar do RPG.
Código:

[b]Nome do Personagem[/b]:
[b]Raça[/b]: Humano/Vampiro/Lobisomem/Híbrido
[b]História do Personagem(Mínimo 15 Linhas)[/b]:
[b]Como ocorreu a transformação em Vampiro?[/b]( Se for Vampiro )
[b]Como você é um lobisomem?[/b] ( Se for Lobisomem )
[b]Como ocorreu a transformação em Híbrido? [/b]( Se for Híbrido )
Após preencher a ficha, envie neste mesmo tópico, iremos avaliar o seu desempenho e você se tornará um cidadão de Mystic Falls!
PS.: Híbridos somente Bruxos/Vampiros, os Híbridos Vampiros/Lobisomens não estão disponíveis para criação na ficha, é preciso ser um humano para futuramente se tornar um híbrido.






______________________

Ver perfil do usuário http://vampirediariesrpgbr.forumeiros.com

Nome do personagem: Shamira Birk
Raça: Vampiro
História do personagem: Nasce em mystic falls em 1835,convivi com as lendas de vampiros e lobisomens que meu pai me contava;
Quando tinha 15 anos conhece um belo rapaz, ele começou a me corteja , minha família gostava dele, pois ele era rico e poderia me dá uma vida confortável,meu pai tinha um cuidado muito grande com quem se aproximava de mim, ele procurava saber a procedência da família do pretendente e saber se eles eram iguais a ele. Quando fiz 17 anos meu casamento com ele já estava arranjado, mais algo muito triste aconteceu comigo, em uma bela tarde ele me levou para passear na floresta , quando estávamos bem longe da cidade ele disse:
- Tenho que lhe falar uma coisa importante , vai ser difícil tanto para mim quanto para senhorita , mais acho que sua reação não vai ser muito boa pois você é de uma família muito tradicional - ele fez uma pausa.
- Não tenha medo de me contar nada, sei que vou entender e não der valor a minha família, por eles serem tradicionais não queira dizer que eu seja igual a eles – eu disse com um belo sorriso de compreensão
Ele sorriu também e disse:
-Acredita em vampiros?
- claro que sim, meu pai me contava historias dos nosso ancestrais, eles eram caçadores de vampiros, mais por que essa pergunta? - disse um pouco assustada com a pergunta que ele me fez.
- vou direto ao assunto, sou um vampiro, mais por favor não fique assustada, não irei fazer mal a você - quando ele disse aquilo seu rosto começou a mudar e presas apareceram em sua boca, fiquei surpresa;
Comecei a andar para trás e acabei tropeçando em um tronco e me cortando com um dos galhos , quando ele viu meu sangue sua reação mudou, quando eu menos esperava ele veio com toda fúria de um vampiro e mordeu meu pescoço, ele começou a sugar todas as minhas forças , ele também notou isso e disse- perdoe-me não deveria ter feito isso, não queria machucá-la –logo após essas palavras ele mordeu o pulso e o encostou na minha boca, me fazendo beber seu sangue; consegui beber um pouco e isso já começou a me fazer bem.
Não muito longe comecei a ouvir vozes e uma delas era muito familiar ;não demorou muito para uns 5 homens armados apareceram perto de nós dois, um deles disse:
- demônio,o que você fez com minha filha –logo após isso ouvi um disparo ; senti uma forte dor no meu abdômen depois não vi mais nada
...
Não sabia de onde veio o tiro, mais fiquei rezado para que o autor dele não fosse meu pai, acordei sentindo fortes dores; a ultima coisa que eu lembrava era que eu estava na floresta e agora estava deitada em uma cama que estava um pouco suja de sangue. Fui acordando aos poucos , ele estava ao meu lado , segurando minha mão, ele notou que eu estava acordando e disse;
_ que bom que está viva, achei que meu sangue não ia lhe curar....
- acho que não está funcionando, estou sentindo fortes dores e o sangue ainda não estancou , não achas muito estranho? – disse quase perdendo a voz
Ele mordeu o pulso novamente e me deu para beber, depois disse:
- quando eu retornar , a senhorita vai deixar de sofrer – ele me beijou na testa e saiu do quarto.
Quando ele se foi consegui adormecer um pouco , mas ainda senti algumas dores... quando ele retornou eu estava acordada , já havia conseguido comer um pouco e me sentia um pouco melhor mas ainda estava sangrando.
- trouxe um noticia ruim e outra boa para você – ele me disse com um sorriso meio diabólico
- me fale primeiro a boa e depois pode me dizer a ruim
Ele me disse que tinha uma solução para minhas dores e que com o sangue dele que ainda tinha em meu corpo ele poderia me salvar; já a noticia ruim, ele me falou que tinhas me vingado, ele torturou e matou todos aqueles que me fizeram mal... não tive reação quanto a isso , mas de uma certa forma estava triste.
- tem certeza que vai me deixar fazer qualquer coisa para lhe salvar – assenti positivamente com a cabeça ; ele segurou minha cabeça e quebrou meu pescoço.
...

Acordei me sentindo revigorada, meu abdômen estava cicatrizado , na cabeceira da cama estava uma jarra e uma taça , junto havia um bilhete que dizia :
‘’ você já deve está acordada ... não sou muito bom com bilhetes mas vou fazer o Maximo para que seja bom.
Você deve está vendo essa jarra, se beber o sangue que tem nele vai se torna uma vampira e vai pode viver para sempre , as caso não queira se torna um demônio como os caçadores nos chamam , espero que escolha o lado da imortalidade.’’
Já tinha feito minha escolha, não precisei usar taça alguma , bebi a jarra todo, quando bebi a ultima gota já estava me sentindo um nova pessoa.
Vi que no armário do quarto onde estava tinha algumas roupas , chamei um criada para me ajuda, ela me ajudou com a roupa, me disse algumas coisas amais que era necessário saber agora na minha nova vida, disse que era para eu escolher uma jóia e dar para ela, pois ele ia fazer um anel para que eu possa andar no sol. Fiz o que ela disse , não demorou muito para ela me devolver o anel novamente e dizendo que já estava pronto.
Estava cansada de ficar trancada dentro de um quarto, também não precisava caçar , pois ele tinha um estoque de sangue humano. Resolvi dar um volta pelo jardim da casa , a bruxa disse que não era para eu sair dos limites da casa e também que não era para eu tirar aquele anel nunca.
Fiquei no jardim, mais avistei aquele que tinha me dado uma nova chance para viver, fui ate ele que parecia está ferido. No seu braço direito tinha marcas de dentes então fiz a pergunta mais obvia:
- o que houve?
- fui mordido por um lobisomem, vou lhe explicar tudo que vai precisar saber , não vou durar muito
Consegui levar ele para dentro, botei ele na cama e fiquei cuidando dele, ele também me explicou tudo que eu deveria saber. Quando ele morreu , tive que sair da cidade, eu e a bruxinha dele viajamos para o mais longe possível daquele lugar .
Rodamos pelo mundo , quando Ana ( a bruxa) morreu fiquei cuidando dos seus descendentes, que tem uma divida muito grande comigo. Vaguei pelo mundo sozinha, quando decidi me instala em Nova York, passei alguns anos de minha vida lá.
Dias atuais:
Hoje decidi voltar para mystic falls , decidi enfrentar meu passado e viver uma nova vida sem ter que me esconder do meu terrível passado.

Como ocorreu a transformação em vampiro?
Já está na história...

Ver perfil do usuário
Oi eu sou Renato eu queria vira um vampiro como eu posso faze cat

Ver perfil do usuário

4 Ficha em Sab Abr 26, 2014 6:25 pm

Nome do Personagem: Juliana Petrova
Raça: Vampiro
História do Personagem(Mínimo 15 Linhas): Nascida no Brasil e Criada na Inglaterra Juliana Petrova viveu com os pais até os 15 anos de idade, era uma menina doce e rica, tinha tudo oque queria e amava muito os pais, um dia quando estavam voltando de um cinema foram surpreendidos por ladroes que mataram seus pais,Juliana foi a unica da família a sobreviver. Viveu no orfanato até os 18 anos, sofreu muito nesse período sem os pais, por isso virou uma pessoa fria e amarga.
Como ocorreu a transformação em Vampiro? No ano seguinte de ter saído do orfanato, numa noite fria e assombrosa estava andando pelas ruas quando foi surpreendida por um homem alto, bonito e com um sorriso torto no rosto, ele a agarrou e mordeu seu pescoço, ela se debateu até perder a consciência. E acordou sem saber onde estava, sentindo uma enorme fome. O homem apareceu, e contou tudo a ela, agora ela estava morta mas, mais viva do que nunca, agora era uma Vampira

Ver perfil do usuário

Conteúdo patrocinado


Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo  Mensagem [Página 1 de 1]

Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum